Celulite e estrias. O que são, quais as principais causas, como evitar, quais os tratamentos, existe cura?

Celulite e estrias. O que são, quais as principais causas, como evitar, quais os tratamentos, existe cura?

Dois dos problemas estéticos que mais incomodam o público feminino, a celulite e  as estrias podem ser consideradas grandes inimigas da mulher, representando queixas bastante comuns nos consultórios médicos dermatológicos.

Apesar de não serem por si só problemas que representem risco à saúde das pacientes, as estrias e celulite incomodam o público feminino, atrapalham a percepção positiva do próprio corpo e impactam negativamente na autoestima, sendo por isso alvo dos mais diversos tipos de tratamentos.

Explicamos agora, em detalhes, o que são a celulite e as estrias, quais são as principais causas de cada um deles, quais os tratamentos disponíveis atualmente, como prevenir o surgimento das estrias e da celulite e também se existe cura para seu surgimento. Confira mais detalhes abaixo e ótima leitura!

Entenda agora o que são celulite e estrias

Tanto a celulite quanto as estrias são problemas de ordem estética e que costumam incomodar muito as mulheres, sendo por isso uma das principais queixas nos consultórios médicos dermatológicos, já que impactam diretamente a autoestima das pacientes.

No entanto, essas condições têm causas distintas e podem ser ocasionadas por uma série de fatores diferentes, sendo importante compreender o que são cada uma das condições, como elas se desenvolvem e também como é possível lidar com cada uma delas de forma adequada. Confira mais detalhes abaixo a respeito das celulites e das estrias:

O que é a celulites?

Quando falamos de celulite, estamos falando especificamente de uma condição conhecida tecnicamente como lipodistrofia ginóide, sendo uma condição causada pelo acúmulo de gordura, água e  nas células, o que faz com que elas fiquem cheias e endurecidas, o que ocasiona desníveis no local onde estão, fazendo com que a aparência externa seja de furinhos indesejados.

Essa condição é causada por alterações no tecido gorduroso sob a pele, juntamente com mudanças na microcirculação e do consequente aumento do tecido fibroso presente nas áreas afetadas. Apesar de não ser considerada uma condição médica grave, a celulite costuma causar desconforto na aparência das mulheres e afetar a autoestima.

Veja quais são as principais causas da celulite

Existem diversos fatores que podem ser relacionados ao surgimento das celulites, sendo que em geral o excesso de peso costuma ser determinante para seu surgimento, mas mesmo em mulheres dentro do peso normal ou até mesmo abaixo do normal podem apresentar alteração na quantidade de gordura do corpo, ocasionando o surgimento da celulite.

Também é possível relacionar alguns fatores externos como o consumo excessivo de tabaco, o estresse, uma alimentação desbalanceada, a falta de exercícios físicos e também a poluição.

O que são as estrias?

Já as estrias, que também impactam na autoestima e são consideradas grandes vilãs na estética feminina, são cicatrizes formadas quando ocorre a destruição de fibras elásticas e colágenas da pele, sendo causadas em geral por um estiramento da pele, podendo coçar e arder, mas não costumam apresentar sintomas no seu aparecimento.

Em geral, existem dois tipos de estrias: as estrias recentes e as estrias antigas. Quando as estrias apresentam uma coloração rosada ou avermelhada, elas são mais recentes, enquanto as estrias mais antigas apresentam aspecto mais esbranquiçado, sendo que em pessoas de pele negra as estrias podem apresentar uma coloração mais escura do que o tom de pele da paciente.

Entenda quais são as principais causas das estrias

Em geral, as estrias surgem quando acontece estiramento da pele, o que costuma ser ocasionado pelo aumento do volume corporal. Isso pode acontecer por conta de uma gravidez,pelo crescimento rápido altura durante a puberdade, pelo aumento de peso, pela colocação de prótese mamária, pelo uso de anabolizantes ou por fatores hormonais, sendo que o uso de corticóide também pode desencadear o surgimento das estrias.

Saiba como evitar o surgimento da celulite e das estrias

Tanto a celulite quanto as estrias estão ligadas a mudanças do corpo da mulher e, por isso, não existe uma maneira 100% eficaz para evitar que elas surjam, mas alguns cuidados permitem diminuir sua ocorrência e fazer com que as marcas das estrias e da celulite sejam menos aparentes.

Para isso, é recomendado que a paciente possua hábitos saudáveis, busque evitar o consumo de bebidas alcóolicas e de tabaco, realize exercícios físicos com frequência e mantenha uma alimentação balanceada, já que isso auxilia em evitar o surgimento das estrias e da celulite.

Conheça os principais tratamentos para celulite e estrias

Também é interessante conhecer os principais tratamentos existentes atualmente para o combate às estrias e celulite. Listamos abaixo algumas das possibilidades que podem ser utilizadas pelo médico especialista:

Tratamentos para celulite

  • Creme anticelulite;
  • Endermologia;
  • Radiofrequência;
  • Mesoterapia;
  • Carboxiterapia;

Tratamentos para estrias

  • Peeling com ácido retinóico;
  • Laser de CO2 ou Luz Pulsada;
  • Dermoabrasão;
  • Intradermoterapia;

Veja se existe cura para celulite e estrias

Via de regra, não é possível afirmar que existe cura para as estrias e celulite. Apesar da celulite e estrias causarem desconforto e impactar diretamente a autoestima das mulheres, esse não é um problema que coloca em risco a saúde, mas pode ser considerado um fator negativo para a qualidade de vida das pacientes.

Como é possível perceber, existem diversos fatores envolvidos no tratamento da celulite e das estrias, mas também há uma grande variedade de tratamentos que permitem obter ótimos resultados, tanto para a celulite, quanto para as estrias brancas e vermelhas, sendo fundamental o diagnóstico médico especializado para definir qual a melhor abordagem em cada caso.

O que você achou de saber mais a respeito da celulite e estrias, saber o que são esses problemas, quais são as suas principais causas, quais os tratamentos disponíveis, como prevenir seu surgimento e também se existe cura para eles? Se você ficou com alguma dúvida ou deseja se manter informado, deixe seu comentário abaixo. Conte conosco!

Comentar

Seu e-mail não será divulgado