Cirurgia de pálpebras – O que é, como funciona, para quem é recomendado?

Cirurgia de pálpebras – O que é, como funciona, para quem é recomendado?

Os olhos são elementos fundamentais na expressão facial, transmitindo vitalidade, emoção e os sentimentos de cada pessoa. Ao longo do tempo, no entanto, conforme passamos pelo processo de envelhecimento, a estética dos olhos se altera, fazendo com que homens e mulheres busquem por procedimentos cirúrgicos.

Um dos procedimentos estéticos mais comuns e utilizados, a cirurgia de pálpebras, também conhecida pelo nome blefaroplastia, visa auxiliar na revitalização do rosto e na renovação da autoestima, diminuindo a flacidez das pálpebras, o excesso de pele e as bolsas de gordura que se formam sob os olhos.

Explicamos agora o que é a cirurgia de pálpebras, como funciona o procedimento de blefaroplastia, para quem é recomendada e também quais são os principais cuidados antes e depois da realização do procedimento cirúrgico. Confira mais detalhes abaixo e ótima leitura!

O que é a cirurgia de pálpebras?

Também chamada pelo nome técnico de blefaroplastia, a cirurgia de pálpebras é um procedimento de cirurgia plástica, que consiste na retirada do excesso de pele, diminuição da flacidez e remoção de bolsas de gordura das pálpebras. Ela também pode ser realizada com intuito de posicionar as pálpebras corretamente, de forma a diminuir ou remover rugas, que causam o aspecto cansado e envelhecido aos olhos.

Esse procedimento pode ser realizado na pálpebra superior, na pálpebra inferior ou em ambas, sendo que o tipo de procedimento, as quantidades de pele e de bolsas de gordura a serem removidas dependem da avaliação do médico, através de exame físico individual, que permite identificar as melhores técnicas para obter o resultado desejado, mas sem mudar o formato ou aparência do olhar de cada paciente.

Como funciona o procedimento de blefaroplastia?

A cirurgia de pálpebras é um procedimento simples, que costuma durar de 40 minutos a 1 hora, sendo realizada em grande parte dos casos com uso de anestesia local por sedação, mas existem casos onde é recomendada a realização do procedimento por meio de anestesia geral.

Antes da cirurgia, o médico delimita o local onde será realizado o procedimento, que pode ser tanto na pálpebra superior quanto na inferior ou em ambas. Em seguida são realizadas incisões nas áreas delimitadas, removendo o excesso de pele e de gordura, sendo realizada então a suturação com pontos que aderem à pele e não causam dor.

Esse procedimento deixa cicatrizes simples e finas, que são facilmente escondidas nas dobras naturais da pele ou sob os cílios, não ficando visíveis. Após o procedimento, o paciente fica no hospital por algumas horas até que cesse o efeito da anestesia, sendo então liberado para o retorno à sua casa, acompanhado de algumas recomendações, que explicaremos mais abaixo.

Quais as principais recomendações deste tratamento?

Em geral, esse procedimento é recomendado para pacientes com mais de 30 anos. Ele também é indicado para aqueles que possuem excesso ou flacidez de pele na pálpebra, sendo importante a avaliação médica de cada caso para definir qual o melhor procedimento. Veja algumas das situações onde a cirurgia de pálpebras é recomendada:

Melhora estética e recuperação da autoestima

Em geral os pacientes que buscam a cirurgia de pálpebras apresentam queixas como queda da autoestima e da autopercepção estética, sendo que o procedimento permite rejuvenescer o rosto e aumentar a qualidade de vida, ao oferecer um aspecto mais jovial ao rosto.

Pacientes com mais de 30 anos

Com a passagem dos anos, é comum que a pele das pálpebras fique mais flácida, sendo que, em geral, essa mudança é mais perceptível a partir dos 30 anos, quando a elasticidade da pele é menor e ocorrem os acúmulos de gordura nas pálpebras.

Pessoas com excesso de pele ou flacidez de pele nas pálpebras

A cirurgia de pálpebras é o procedimento mais recomendado para lidar com problemas como o excesso e flacidez da pele nas pálpebras, sendo uma cirurgia simples e de baixo risco, que garante grandes ganhos na autoestima.

Pacientes com ptose ou pseudoptose palpebral

A blefaroplastia também é recomendada para pacientes que apresentam quadros de ptose (queda da pálpebra por causas musculares) ou pseudoptose palpebral (queda da pálpebra em função da existência de excesso de pele), oferecendo ótimos resultados estéticos e funcionais.

Quais os principais cuidados antes e depois da cirurgia?

Um ponto de grande importância para garantir o sucesso da cirurgia de pálpebras e permitir que o paciente tenha uma recuperação rápida e saudável está nos cuidados prévios e posteriores à realização da cirurgia. Apesar de se tratar de um procedimento cirúrgico simples, é fundamental que o paciente respeite as recomendações médicas e realize os cuidados pré e pós-operatórios.

Cuidados antes da cirurgia

Antes da realização do procedimento de cirurgia de pálpebras, o médico responsável irá realizar uma série de exames, visando determinar o melhor método para a realização da cirurgia. Além disso, algumas recomendações são feitas por padrão aos pacientes que serão submetidos à blefaroplastia:

  • Jejum de oito horas
  • Realização de exames
  • Descontinuamento de uso de medicamentos anticoagulantes
  • Cessação do tabagismo

Cuidados após a cirurgia

Também é importante que o paciente siga com cuidado as recomendações médicas após o procedimento cirúrgico, visando uma recuperação mais rápida e que os resultados estejam de acordo com o desejado. Veja algumas das recomendações pós-blefaroplastia:

  • Repouso
  • Uso de óculos escuros
  • Utilização correta de medicação recomendada
  • Higienização correta do local
  • Utilização de compressas frias

Como é possível perceber, a cirurgia de pálpebras é um procedimento relativamente simples, com ótimos resultados e que pode impactar positivamente na autoestima do paciente, sendo importante, no entanto, que o mesmo esteja ciente de que os resultados variam de acordo com a idade, com o tipo de procedimento adotado e também com o correto processo pós-operatório.

O que você achou de entender melhor o que é e como funcionam os tratamentos de cirurgia de pálpebras, o que significa e para quem é recomendada a blefaroplastia e também os procedimentos antes e depois da cirurgia? Se você ficou com alguma dúvida ou deseja se manter informado, nos acompanhe nas redes sociais pelo Facebook e Instagram e deixe seu comentário abaixo, em caso de dúvidas. Conte conosco!

Comentar

Seu e-mail não será divulgado

× Como posso te ajudar?