Mastologia

Mastologia

Especialidade médica que se dedica ao diagnóstico e tratamento de doenças das mamas. O Mastologista é o profissional que tem o conhecimento necessário para aplicar e indicar os tratamentos cirúrgicos, reparadores e clínicos necessários nas doenças benignas e malignas das mamas.

Qualquer suspeita ou diagnóstico de alterações nas mamas, devem ser avaliados por um médico Mastologista.

Procedimentos realizados:
– Cirurgias de patologias benignas e malignas das mamas.
– No caso das patologias benignas, quando não palpáveis, na abordagem pré operatória, é realizada a marcação com tecnécio (ROLL RadioguidedOcultLesionLocalization) ou fio metálico guiados por estereotaxia ou ultrassom.
– No caso de lesões palpáveis, a definição da melhor via de acesso, com cicatrizes estéticas é definida previamente.
– Os procedimentos das lesões benignas costumam ser realizado sob sedação em ambiente hospitalar e com alta no mesmo dia.
– Quando se trata de doença maligna da mama as opções cirúrgicas são várias e costumam ser definidas em conjunto com oncologista clinico, radioterapêuta e cirurgião plástico ou oncoplástico, buscando segurança oncológica aliada a um bom resultado estético.

1) A mastectomia radical pode preservar a musculatura do grande peitoral, porém retira todo o tecido mamário e linfonodos axilares. É indicada em mamas muito pequenas ou quando o tumor mede mais de 5 centímetros. É realizada também nas mulheres grávidas e no caso da existência de tumores múltiplos em diversos quadrantes do seio. A cirurgia radical pode ser realizada com a reconstrução imediata da mama por meio das próteses de silicone ou expansores teciduais ou ainda, realizada com retalhos da pele do dorso ou do abdome.

2) A cirurgia conservadora é realizada sempre que há uma boa margem de segurança. Nela, uma parte da mama é retirada, sempre buscando a harmonização estética com a mama oposta e a segurança oncológica.

3) A abordagem axilar é realizada nos casos de carcinoma invasivo da mama, tanto nas cirurgias conservadoras quanto nas radicais e nos casos de mastectomia para tratamento dos carcinomas intraductais. Quando o linfonodo não está comprometido clinicamente, realiza-se a técnica do linfonodo sentinela, orientado por tecnécio ou corante azul patente. Na consulta de mastologia é realizado exame físico, solicitação e interpretação de exames de imagem e cito ou histopatológicos; realização de punção aspirativa com agulha fina no caso de cistos palpáveis.

Comentar

Seu e-mail não será divulgado